Glossário sobre segurança de informação. Sniffers , Exploits , Trace Route e outros termos...

Vírus de Computador (Vírus Informático): programas maliciosos, criados para se replicar automaticamente e danificar o sistema.
Worms: programas autônomos (não parasitam arquivos, pois eles são os próprios arquivos) que se replicam pela estrutura das redes, como aqueles que se copiam pela Internet, através de mensagens de e-mail.
Cavalos de Tróia (Trojan): programas que criam “canais” de comunicação para que invasores entrem num sistema.
Hackers: Especialista em informática, também chamado de pichador pois eles entram nos sites com a intensão de alterar seu conteúdo e não de roubar informação.
Crackers: Esses sim são os bandidos tecnológicos são eles que invadem e roubam informações.

Programas desatualizados: Outro perigo, pois como estão desatualizados eles deixam portas abertas para vírus, esse é um grande problema.
SPAM - e-mail indesejado
SCAM - são esses e-mails que vem com a intenção de roubar o usuário. Em outras palavras são aqueles e-mails com promoções tentadoras de lojas e links para realizar a compra direta porém quando o usuário clica no link ele é enviado a um site falso e ai começa a fralde com roubo de dodas do cartão e etc.
Spyware: programas, instalados no computador da vítima, que “filmam” tudo o que ela faz. São programas pequenos que “copiam” tudo o que se digita no micro afetado e/ou armazenam uma lista das páginas visitadas e enviam esses dados para o computador do bisbilhoteiro.
Adware: programas que, instalados no computador do usuário, realizam constantemente a abertura de janelas (popus) de anúncios de propaganda. Normalmente, esses programas são confundidos com vírus, mas não são classificados desta maneira.
Ramsonware – É uma invasão que acontece com conteúdo criptografado e o hacker pede “resgate” para liberar a máquina infectada.
Rootkit - É umconjunto de ferramentas do sistema operacional de grande porte Unix, que foram adaptadas e desconfiguradas para operarem, em especial, sobre o Windows. Trata-se de programa de computador do tipo malware e tem objetivo de subtrair informações do seu sistema. O Rootkit consegue se esconder ou camuflar seu código, o que dificulta seu descobrimento por programas do tipo antivírus.
TinyURL, micrURL ou 1URL: são programas que têm a característica de diminuir o tamanho de uma URL ou endereço de internet/intranet, com o propósito de facilitar a memorização pelos usuários.
Trace Route ou determinação de rota permite verificar a rota de dados que é utilizada no acesso entre o computador de um usuário e a página de internet.
Exploits: programas que exploram falhas em sistemas de informação. São programas prontos que os Hackers constroem para os que “estão na escolinha de Hacker”. Esses programas são criados para utilizar as falhas previamente descobertas nos sistemas.
Sniffers: programas que espionam a comunicação em uma rede (“escutam” o que os outros falam). São chamados de “programas farejadores”.
Port Scanners: programas que vasculham um computador a procura de portas de comunicação abertas.
Backdoor: “Porta dos fundos” – é uma brecha, normalmente colocada de forma intencional pelo programador do sistema, que permite a invasão do sistema por quem conhece a falha (o programador, normalmente).

Postagens mais visitadas